segunda-feira, 31 de março de 2014

K-Pax - o porque da assinatura

Explicarei o porque dos "bjss de K-Pax", que assino no blog.

Já olhaste esse filme?? K-Pax?




Sim, o post rápido de hoje é sobre cinema.

Dando um click genérico e tirando da Wikipedia:

"O personagem Prot (Kevin Spacey, ator que mora no meu coração) é um homem misterioso, que diz continuamente ter vindo do planeta K-PAX, distante 1000 anos-luz da Terra, na constelação de Lira. Por causa disso, ele é internado em um hospício, onde conhece o Dr. Mark Powell, um psiquiatra disposto a provar que prot na verdade sofre de um grave distúrbio de personalidade. Mas as descrições de prot sobre como é a vida em seu planeta acabam encantando os demais pacientes do hospício, fazendo com que queiram ir com ele quando lhes diz que está próximo o dia em que deverá retornar."



Eu me identifiquei muito com esse filme fofucho. Sim, é science fiction, mas leve, sem ação desenfreada, nem sangue e cenas grotescas. É sutil, até tedioso para quem curte filmes mais reacionários, mas suscita questionamentos. O intercurso do filme e o seu final nos faz pensar. Adorei, olhei várias vezes. E fiquei surpreendida quando uma pessoa que passou rapidamente na minha vida, mas marcou, me disse..."tu é de K-Pax, só pode. Não tem como explicar o que tu é". 



Mas ok, sem explicar demais...eu me sinto de K-Pax. Então, a tag vai estar em todos os meus posts, vou incluir nos primeiros tb. É muito a minha cara. 



domingo, 30 de março de 2014

Colocando os Pingos nos "Is" - Família Amadeirada - Amadeirado Aromático

Dando sequência ao primeiro post onde dei um apanhado geral nas famílias olfativas, hoje começarei a detalhar cada subcategoria, dando ênfase nas notas perceptíveis e facilitando a sua busca para encontrar um perfume que caminhe junto ao seu gosto pessoal.


Amadeirado Aromático

Perfumes com acento em madeiras e ervas. Obviamente em sua maioria são característicos da perfumaria masculina. Vão desde o amadeirado amargo misturado à um patchuli mais seco à colônias refrescantes, onde alecrim  e hortelã te fazem sentir aquela deliciosa sensação de banho.  

Perfumes do estilo: 



Bora refrescar?

Eau de Floresta - Perles de Lalique

(resenha postada no meu perfil pessoal do facebook em Janeiro de 2014)





Com o calor que anda assolando a gauchada e estados costumeiros ao frio...a única coisa que pensei em "vestir", perfumicamente falando, foi algo que me lembrasse uma selva verde e fresca depois de uma chuva refrescante.

Bem, não tinha como não pensar em Perles, de Lalique.

Resumão: Lalique é uma casa francesa, tem belíssimos perfumes e não é tão conhecida pela maioria das pessoas. Não é nicho, mas por ser mais..."discreta" no marketing, acaba sendo alvo de pessoas que se aprofundam um pouco mais dentro da perfumaria. Tenho o Lalique Le Parfum, e esse merece um "resenhaço"...mas só pode no frio. Verão, nem pensar.

Segundo a descrição do nosso amado Fragrântica,  Perles é a essência da feminilidade, da mulher.

Perles pode ser tudo, MENOS feminino. 

Aliás, nunca senti (no meu parco conhecimento) perfume mais compartilhável, quase masculino, dentre os femininos. Talvez o Cabochard, de Grés, que também é uma femme-macho. 

Ele não tem NADAAA doce. Nada. Fragrântica diz ter rosa na pirâmide, mas na minha pele ela desaparece, nada de flores. Nada.

Classificado como Chipre Floral. Vamos à pirâmide.
Saída: Rosa
Corpo: Pimenta preta, Íris
Fundo: Patchouli, Raíz de Orris, Musgo de Carvalho, Vetiver, Madeira de Cashmir

A minha impressão é:


Floresta anteriormente quente, logo após a chuva, com aquela brisa que refresca e aplaina o calor. Verde...verde...refrescante...um musguinho junto, meio úmido.



É um aroma que perfaz a natureza verde, simples e viva. Na minha pele, ok?

Aqui, o musgo de carvalho (que em certos perfumes datados é pesado) é o próprio, tenro, completamente verde, como aquela penugem viva sobre um tronco de madeira nobre (no caso, madeira de cashmir..não, nunca senti, isso está descrito na pirâmide) É um cheiro limpo, natural, como se você enterrasse o nariz no musguinho da árvore.

Junto disso vem o MENTOLADO. Mas muito mentolado.Não bala de menta (bala é doce). Aqui é mentol puro... (lembrei de um namorado que fez química e me apresentou cristais de mentol...que ainda eram mais doces, e lembravam Halls preto) não sei dizer se é o patchuli, vetiver, a pimenta ou os três. O bichinho é tão refrescante que certas vezes que usei no inverno (sim, me apaixonei por ele em pleno frio) ouvi familiares, ao sentir o meu "rastro" dizer...."alguém passou gelol " ?E isso aconteceu mais de uma vez.

Em minha pele ele é completamente linear, como começa termina, não observo evolução nenhuma. E apesar de seu aspecto fresco, dura no mínimo 6 horas, estupendo para um perfume com notas tão leves.

Pois hoje, nesse calor surreal para uma pobre gaúcha que aprendeu a amar o frio....só pensei nele e no seu frescor masculino. Aliás, nem sei como o nomeiam feminino....mas é de uma simplicidade e naturalidade que....parece perfume de nicho. Qualquer pessoa que esteja acostumada aos perfumes mais comerciais provavelmente vai torcer o nariz ao sentir.

Dê uma chance. O próprio frasco mostra. Branco, reto, de linhas simples. Como ele mesmo se mostra.

Polêmica Fit: Aeróbicos x Musculação





Os motivos que levam as pessoas a se exercitarem variam. Seja para ter um coração saudável, baixar índices de triglicerídeos e glicose, emagrecer, ganhar massa muscular, estética. Ou todas as alternativas. O que abordarei aqui é mais voltado para as pessoas que desejam uma melhora física, ganho de massa ou até mesmo emagrecimento eficiente. 

Devido à uma dieta altamente processada, aliada à falta de exercícios e estresse, a obesidade está alcançando níveis alarmantes. E as pessoas tem feito de tudo para emagrecer. O problema aqui é emagrecer da maneira errada, no caso, perder peso a qualquer custo. O certo seria emagrecer somente a gordura que está em excesso, mantendo a sua massa muscular, até porque músculos gastam muito mais calorias para serem mantidos do que a gordura (no caso, 1 quilo de músculo gasta em torno de 35 calorias enquanto 1 kg de gordura apenas 5 calorias). Emagrecer é isso, perder gordura. As pessoas acabam perdendo peso, que inclui músculos e água. 

O que eu quero abordar aqui é....exercícios aeróbicos, quando priorizados em detrimento de exercícios de força (musculação, pilates) são mesmo eficientes para perda de gordura? É melhor caminhar antes de um treino ou depois?  

A alguns anos eu sempre me perguntava e não encontrava as respostas (ou não conseguia direcionar as perguntas para as respostas que gostaria de obter) sobre uma questão que SEMPRE me incomodou: porque algumas pessoas, com um trabalho que lhes exige caminhadas diárias podiam ter sobrepeso? Ou aquelas pessoas que correm mais de uma hora na esteira...todo dia, e entra ano-sai ano estão sempre na mesma condição?



Claro, não vou abordar metabolismo, taxa insulinêmica e dieta agora (muitos posts a falar sobre isso). Mas o fato é que a quantidade de calorias que certas pessoas gastam no seu dia a dia é grande, só tendo uma dieta à la Phelps (o nadador) para aumentar de peso. Pelo menos teoricamente. O que a literatura diz é que para você ganhar um quilo de gordura, precisa acumular em torno 7.000 calorias em excesso.  Sim, s-e-t-e m-i-l c-a-l-o-r-i-a-s. E para perder 1 kg de gordura, o déficit calórico precisa ser o mesmo, 7 mil calorias a menos. Entendeu porque fazer dieta é mais difícil? 

O organismo é inteligente e busca sempre entrar em homeostase (capacidade de se adaptar à uma nova situação). E é justamente a quebra da homeostase que nos ajuda a impulsionar os resultados. No caso dos exercícios entra um detalhe muito importante:

As fibras musculares. Dependendo do exercício, você estimulará determinadas fibras. O que tem de importância nisso?

Absolutamente TUDO!.

Tentando simplificar: Temos em nosso organismo basicamente 3 tipos de fibras musculares:

1A - fibras vermelhas de contração lenta, tem característica de fazer muito trabalho com pouco gasto de energia, em repouso praticamente não gasta e não desenvolve capacidade de força. 

2A - Fibras de transição.

2B - Fibras brancas de contração rápida, que geram força e explosão.

O problema de priorizar os exercícios aeróbicos é justamente esse: eles utilizam prioritariamente as fibras tipo 1A, que desenvolvem resistência, tornando-se cada vez mais eficientes em seu trabalho, gastando cada vez menos energia. Portanto, treinar as fibras tipo 1A vai ensinar o teu organismo a poupar energia. Faz-se mais exercícios e gasta-se cada vez menos calorias. Pior: pode fazer que as fibras tipo 2A e eventualmente as tipo 2B comecem a fazer o mesmo trabalho da 1A. 

Se você não tiver algum plano alimentar e objetivos traçados, os exercícios aeróbicos provavelmente te deixarão com o coração tinindo de saudável e pronto enfrentar maratonas de longo tempo. Mas a gordura provavelmente não terá sido queimada com tanta eficiência.  Se é o seu objetivo, tudo certo. Caso não, provavelmente terá de mudar a estratégia.

Um treino com pesos ou que trabalhe força (pode ser pilates, ou treinos como o Mahamudra, além da musculação) vai especializar as fibras tipo 2B e fazer com que a 2A trabalhe no mesmo sentido. Te deixará mais forte, te ajuda a aumentar ou manter a massa muscular, te faz gastar mais calorias em repouso. E os aeróbicos, quando colocados como coadjuvantes farão o que se mais quer: mandar a gordura embora. 

Aeróbicos são importantes SIM, principalmente para a saúde do coração. E gastam mais calorias justamente porque a intensidade moderada permite realizá-los por um longo período. O que quase não se fala é que a musculação pode sim ajudar a emagrecer simplesmente porque há um aumento do metabolismo em repouso para quem quer alguma melhora física não devem ser o mote principal e sim uma estratégia pensada que vai te levar ao sucesso.

E a ordem? Fazer antes ou depois da musculação?

A não ser o aquecimento feito rapidamente, 5 ou 10 minutos caminhando ou na ergométrica, coloque o aeróbico depois da musculação. O treino com pesos utiliza glicose e glicogênio para gerar força e mover as anilhas, o treino aeróbico utiliza tanto glicose/glicogênio (quando disponível) e gordura.

Sabe aquela história que todos falam "caminhadas só começam a queimar gordura depois de 30 minutos"? Isso tem razão de ser simplesmente porque você está com as reservas de glicose/glicogênio repletas e nos primeiros 30 minutos está gastando essa fonte por ela ser mais facilmente utilizada pelo organismo. Depois que as reservas esgotam (na verdade, nunca esgotam completamente,  a menos que se faça jejum de alguns dias ou em maratonas), a sua gordura será queimada.

Conseguiu fazer o link?
Musculação usa glicose/glicogênio.
Aeróbicos usam glicose/glicogênio e gordura.

Como aplicar isso ao seu treino? Fazendo a musculação ANTES, você esgotará as tuas reservas no treino com pesos. Fazendo o aeróbico depois, qual fonte que estará disponível? Bingo, a gordura. ´

Essa é uma maneira de utilizar aeróbico de forma inteligente. É claro, esta é uma explicação simplificada, o processo em si é bem mais complexo, mas no geral é assim. 

Falo do aeróbico moderado, como caminhadas ou trote leve. Treino aeróbico intervalado já é outra história. Mas daí, fica para outro post!

Caso alguém tenha dúvida, pode deixar nos comentários ou na página do PV no facebook: 
https://www.facebook.com/pimentavanilla?ref=hl

Fontes:

sábado, 29 de março de 2014

O porque da loucura perfumística.....



Observaram a fotinho acima???

São flaconetes da minha coleção de amostras, a maioria esperando resenhas, muitos nem cheguei a provar. 

A caixinha branca, mais abaixo, são amostras que chegaram de trocas ou de envios para futuras resenhas, de DUAS SEMANAS pra cá(Dâmaris, sua linda!). E é assim a cada troca. 

E isso que...ainda tem os perfumes inteiros, da minha coleção pessoal (tenho fotos antigas, mas como estou sempre comprando-trocando, muda demais, entram e saem do armário rapidamente).  E se me desfizesse dos mesmos, só de amostras eu teria perfume por anos!

Daí vocês imaginam a quantidade de fragrâncias que tenho que observar. E tem MUITO perfume que não está nas amostras e que quero conhecer.

Resumindo: só uma camisa de força para resolver, kkkkk.

Ah, disponibilizo o meu perfil no Fragrantica Brasil (praticamente uma rede social para viciados em perfumes). Ali aparece quase toda a minha coleção (alguns não estão na database do site). Farei um perfil só de amostras e decants (ficará enorme, maior que a coleção). 

Cada "prateleira" do perfil contém 10 perfumes. Então, passou de 70. E isso não é nada perto de algumas coleções de amigos....



sexta-feira, 28 de março de 2014

Angel Eau de Toilette (Angel Comet) - O Angel astral.

Resenha de Hoje: Um Mugler para fazer as pessoas fecharem os olhos ao sentir você passar, assim como o rastro vívido de um cometa. 

Angel Eau de Toillete. Ou Angel Comet, devido ao seu frasco peculiar.



Arquivo pessoal
Titio Mugler, eu sou sua fã, e sou fã "messalina", porque não consigo desgostar de nenhum dos seus queridos. São todos muito diferentes e todos bombásticos. Não é perfume para quem odeia "polemidades". Aliás, sou uma pessoa instrospectiva mas adoro uma rebeldia velada, acho que Thierry Mugler reluz tal sensação.



Angel tem uma particularidade na minha pele: não se desenvolve notadamente gourmand, as notas de chocolate e caramelo apenas dão aquele doce hesperídeo, suculento, mas não sobressaem.

Bem, sabe qual é o cheiro que realmente sobressai dos "Angels" em minha pele???? De uma florzinha que tinha no pátio da minha avó e chamava um enxame de abelhas durante a floração. Ela tem vários nomes, eu nem sabia qual, precisei pesquisar até encontrar. Cambará, Camará, Lantana. É um arbusto, parece mini-buquês de hortênsias. Seu aroma seria uma mistura de flores maceradas+mel+ uma pitadinha de rum. 


Lantana-cambará
Esse aspecto floral (da Cambará) é fechado e mortiço no Angel original EDP (não estou dizendo que isso é ruim..é apenas a saída da fragrância), mas aberto e vibrante no Angel EDT. Tem quase um cheiro veranico, solar. Provavelmente é o ácido do limão fresco+pimenta vermelha que provocam tal sensação, sinto "picância", mas não consigo desmembrar muito bem as notas.


Aos poucos vai mudando, as notas vem em "combos", unidas em sua magnitude. Sinto aquela reunião de patchuli+âmbar+cedro ,muito presentes. Aliás, qualquer Angel tem um belo patchuli para quebrar a sua doçura pungente. Quem odeia essa nota deve fugir dele. Não sinto almíscar (musk) isoladamente, até porque não o considero um perfume confortável, de abraço, de roupa quentinha. Nenhum Mugler é, na real.

Estou usando o Angel EDT para trabalhar, até nesse calor horroroso. Mas...a tia aqui por acaso trabalha no ar condicionado, então, posso usar até uma bomba como Rumba - em gotículas -  que não mato ninguém. 

Angel Comet/EDT: para quem não suporta a intensidade doce do Angel, mas adora a longevidade, rastro e os comentários que ele provoca. E para quem gosta do Angel Innocent, ele seria um híbrido entre este e o EDP.

Tu nunca passa incólume à um Mugler.Ou as pessoas vão fissurar e perguntar...ou vão torcer o nariz. No caso aqui do RS, os gaúchos nada falam quando não agrada, é cultural na discrição, mas sei que em outros estados as pessoas tem a opinião sem delongas. Eu até preferiria isso!


PS: Percepção é pessoal, individual. O perfume se comporta assim na minha pele, na sua pode diferir bastante. Aconselho provar antes! Esta resenha também foi publicada no www.villagebeaute.blogspot.com.br .

Bjsss de K-Pax

quinta-feira, 27 de março de 2014

Polêmica Fit

Como tudo nessa vida, não vivo flutuando num mundo  cheiroso o tempo inteiro. Vida real inclui trabalho, estresse, correria no dia a dia, problemas para resolver. 

Resolvi criar essa página no Blog à pedidos. Quem me conhece sabe que eu tenho um caso de amor com exercícios pesados e uma curiosidade insana de querer entender de como o nosso organismo funciona, ou seja, fisiologia pura.

Tratado de Fisiologia Médica - Guyton & Hall. A Bíblia inicial da Medicina. E o meu livro de cabeceira. 


Observação: Não sou educadora física nem médica (apesar de admirar muito essas profissões, leio muito à respeito) mas apenas alguém que não se contenta com respostinha pronta e gosta de ir à fundo.

Ah, vais me dizer....." Tu também nesses papos fitness, de massa magra, de carbo, de tomar whey..."


Pois é gente, irei desabafar agora. Eu adoro musculação e dietas SIM.


Mas ando odiando essa banalização que ocorreu de uns anos pra cá. Na verdade, virou uma febre! Hoje todos sempre tem uma palavra ou "dica" bacana para "crescer", "secar", ou ou dois, ou acabar com a celulite, conseguir o seu tanquinho ou aumentar os deltóides em dois meses.Ignora-se quem está à ANOS nesse meio, mesmo que no amadorismo. Já passei por essa fase e entendo a atual euforia no assunto, não julgo ninguém O problema é que assim como a atual fase da "vida saudável" é uma evolução muito boa pois leva as pessoas a saírem do sedentarismo e se alimentarem melhor, o viés negativo também aparece com força na forma de falácias, mitos ou abuso de substâncias na sana de querer resultados para ontem.


Bem, não estou aqui para dizer "isso é certo, isso é errado, faça assim, assado, frito....."
Nada disso. Depois de alguns aninhos de estrada no meio posso dizer que nada é completamente correto ou errado até porque estudos na área estão sempre saindo no forno e muitos dogmas são quebrados. Individualidade biológica é um fator IMPORTANTÍSSIMO e por isso que copiar o treino da Juju Salimeni ou do Sardinha, na maioria das vezes, acaba não gerando os resultados esperados.


Mas fazer um treino "pronto" de alguém que conseguiu o que quer é errado??? Claro que não! Acontece que o seu organismo, as suas células, a composição de suas fibras musculares, a modulação de seus hormônios e a sua alimentação, seu descanso e estresse, TUDO isso influencia para um resultado eficiente.Ou não. O problema justamente é DESCOBRIR qual é o treino e dieta que funciona pra você. 



E gente...isso leva tempo!!! Se você tiver o apoio de um bom educador físico e um nutricionista esportivo provavelmente a sua progressão será bem mais rápida. Comigo a coisa foi devagar, muita tentativa e erro, muitos tropeços, muitas lesões e treino para o ego (aquilo de socar peso....sim, eu já fiz isso. Quem nunca?)

Soca peso aí mano!
O meu intuito aqui é falar sobre assuntos que muitos não gostam de falar ou por serem complexos, ou por serem polêmicos. Coisas como...."frutose é ruim? Dieta cetogênica é boa, ou faz mal? Aeróbico antes ou depois da musculação".  Não vou dar receita de bolo ou julgar se aquela dieta ou o kit Mega Ultra Master Blaster Pack funciona ou não. Tentarei ser imparcial e mostrar dados concretos, com referências. 

Estou retomando meus artigos, livros e links que me ajudaram muito a adquirir algum conhecimento na área. Obviamente, editar um post leva tempo e eu não tenho tempo livre durante a semana. Por isso...à vocês peço paciência. Tenho muito assunto para esmiuçar, então, vai longe.

E, como aparece à rodo no Facebook, o FFD...foco, fé e determinação!

Bjss de K-Pax


Fontes das imagens: humortadela.bol.uol.com.br; oglobo.globo.com; piadasdofacebook.com.br

terça-feira, 25 de março de 2014

Colocando os pingos nos "Is"

Sendo sucinta (só que não), resolvi escrever sobre as "tecnicidades" que abrangem toda a área da perfumaria.

Daí tu me olha assim: 


Olhe para os vidros que possui no armário.
"Mas Carla, os meus perfumes ficam expostos, gosto de vê-los na prateleira do quarto ou no banheiro"

Antes de eu ter um faniquito, explico: luminosidade + umidade + calor = oxidação à jato. 

O único fator que me faz repensar esse hábito que tanto condeno é que as pessoas "normais" não possuem um coleção grande o suficiente para que os perfumes cheguem a oxidar. A maioria tem alguns vidros e termina rapidinho com os mesmos. Então, NESSE CASO, até relevo. Apesar de ainda me doer só de imaginar a cena.

Voltando ao assunto: Ao olhar os seus vidros, você sabe qual a família que ele pertence?

"É doce"
"É cítrico"
"É amadeirado"
"É floral"

Na maioria das vezes acaba sendo essa maneira de classificá-los, afinal, quem precisa saber disso é perfumista né? Não necessariamente. Acho interessante saber um pouquinho simplesmente para te ajudar a comprar um perfume para si ou para dar de presente (eu sei, eu sei, perfume é muito pessoal. Mas...se tu conheces a pessoa, e sabe qual a família olfativa que ela curte, te digo, fica mumu de comprar um perfume desconhecido e este fazer sucesso).

Vamos fazer um "resuminho"? Apenas listarei pois o conteúdo é imenso e esse post só terminaria depois da Páscoa. Aos poucos farei outros correlacionados à esse.


FAMÍLIAS OLFATIVAS



Subcategorias:

- Amadeirado Aromático
- Amadeirado Especiado
- Amadeirado Floral Almiscarado
- Amadeirado Aquático 


Subcategorias:

- Aromático Aquático
- Aromático Especiado
- Aromático Fougére
- Aromático Frutado
- Aromático Verde

Subcategorias:

- Chipre Amadeirado
- Chipre Floral
- Chipre Frutado


Subcategorias:

- Cítrico Aromático
- Cítrico Gourmand


Subcategorias:

Floral Aldeídico
Floral Amadeirado Almiscarado
Floral Aquático
Floral Frutal
Floral Frutal Gourmand
Floral Verde


Subcategorias:

- Oriental Amadeirado
- Oriental Floral
- Oriental Baunilha
- Oriental Especiado
- Oriental Fougére



Por enquanto não apresenta subcategorias, o que pode mudar. 

Perceberam a quantidade de famílias que abrangem a perfumaria? É quase como vinhos e cervejas. Existem muitas particularidades em cada uma. Aguardem os próximos capítulos...

Bjssss de K-Pax

Fontes: www.fragrantica.com; www.fragrântica.com.br
Fotos: www.modalogia.com; www.tuasaude.com; www.belezanaweb.com,br; www.emporioberaldin.com.br; www.eulaparfum.com.br; jardimdafe.blogspot.com; comedoresdepaisagem.com

segunda-feira, 24 de março de 2014

Envenenando



Arquivo pessoal


Ahhh...

Dias nublados, frescos e com chuva cálida estão para o meu ser como o sol e a praia estão para surfistas e adoradores de um belo bronze. Por conseguinte, nada como o combo calor+sol+luminosidade excessiva para me agredir como um tapa ardido no rosto.


Com o verão causticante à castigar nosso couro diuturnamente, faz-se tudo para aplacar a sensação de estar respirando gelatina quente. No quesito perfumes, tudo nos obriga à tentar reproduzir uma sensação de brisa, chá gelado, limonada, até gelol se possível (Perles de Lalique, tudo bem???). 

Eu, uma amante de perfumes mais intensos e orientais até estava indo bem, possuo vários frescos que adoro no meu armário. Mas...nada como um perfume com aquela pegada. E o primeiro que me vem à cabeça quando penso em dias escuros e frios é a maçã negra, obscura, detentora de uma poção complexa, intoxicante e matadora.

Vamos de Poison, Dior. 

O frasco, o nome, a intenção e a sua construção remetem à poder, subjugam quem perpassa a sua névoa púrpura (sim, o conteúdo do frasco reproduz a cor do vidro). Literalmente perturbador. Ou você se entrega...ou tem trauma. Mesmo. 

Vamos à pirâmide:

Saída: Coentro, Ameixa, frutas vermelhas, anis, pau brasil
Corpo: Cravo, Jasmin, Flor de Laranjeira africana, Tuberosa, Opoponax, Canela, Incenso, Rosa e Mel branco 
Fundo: Vetiver, Almíscar, Sândalo, Cedro da Virgínia, Âmbar, Baunilha e Heliotrópio

A complexidade das notas denuncia o seu dono.

Vamos viajar um pouco?

Basílica de Notre Dame, Paris. 

A luz cálida da lua penetra nos vitrais rebuscados iluminando vagamente a estupenda arquitetura medieval, onde a máxima da época era encerrar o máximo de espaço vazio dentro do mínimo de partes cheias , o que indicaria leveza e ao mesmo tempo muita solidez. 

Catedral de Notre Dame. Fonte: Wikipédia

Ouve-se passos de timbre firme. Há uma névoa recobrindo o ambiente, produto do turíbulo utilizado anteriormente. Enevoa a visão do estupendo altar, onde se observa a reprodução insana da fachada de outra igreja . Há flores brancas sobre vasos, aroma que entorpece na névoa. Frutas vermelhas maduras, quase ao ponto de estragar, sobre um prato. A figura lúgrubre se move, passos ecoam. Um manto negro revoa sobre o andar firme. Adentra a névoa, para diante o altar.

Manto cai ao chão. Revela-se uma mulher, pele muito branca, corset contornando o corpo, luvas e botas subindo a linha do joelho, de brilhante vinil. Máscara sobre os olhos negros e batom vermelho sangue com aspecto vítreo. Um vidro com líquido âmbar viscoso está em uma das mãos. Ela o eleva e o derrama sobre seu corpo e rosto. É mel. 

O sagrado e o profano.
Esse é o Poison. 

Eu tive de resumir, dissecar praticamente a historinha porque senão a resenha não iria sair...estaria a escrever algum conto. Ser sucinta não está em minhas qualidades.

A evolução de Poison, desde o início, é um soco. 
Mel..mel..mel...frutas vermelhas. Canela. Ah, a ameixa. Espera....o...ahhhh, que delícia..o oppoponax. A mirra doce. Ela está no corpo do perfume mas o sinto desde início. Dá aspecto de veludo alemão sujo de mel e deixado sobre um tronco de madeira para secar. Dá aquele cheiro resinoso-confortável-pele. Aprendi que AMOOOO essa nota!

Jasmim e tuberosas são bemm presentes, a tuberosa principalmente. Aliás, eu sinto até um Ylang no meio de tudo, apesar de não ter. Sinto as rosas discretas. a baunilha (formigas,esqueçam, NADA gourmand), MUITO incenso, que se une à canela e ao oppoponax ...âmbar, esse lindo!Sim, percebi ele!

Na verdade, a evolução dele é tão complexa, rebuscada e perfeccionista que eu mesma não me sinto digna de resenhá-lo. O meu nariz é bom para algumas notas e péssimas para outras. Na verdade, a minha cachola que funciona para imaginar sobre o perfume.

É doce sim. Mas um doce escuro. Não é gourmand. Acho que seria um doce de sarcasmo. Um doce dado por uma vilã. Uma vilã da Disney. 

Ahhh, vcs irão dizer..a Rainha Má da Branca de Neve. Tem a maçã, tem a vaidade, tem o luxo. Sim, ele tem tudo isso. Mas tem um pequeno detalhe: não depender da opinião alheia para fazer sucesso (como a Rainha Má, que sugava a juventude das meninas). Não. Ele é soberano. Maligno, inebriante. 

Eu vejo a Maléfica, com a Angelina Jolie como persona.
Ok, peguei pesado, ele não é do mal. Mas você precisa transitar pelo obscuro para apreciá-lo. 

Prove. Eu fiquei de 4 amarrada e imobilizada quando os meus neurônios ligados à area olfativa cerebral....processaram. Ícone da perfumaria. Se tu gostas de perfume....precisa conhecer esse divisor de águas (não entrei na história do criador porque a resenha não sairia !)


bjss de K-Pax

Cabotine de Gres

Estreando as resenhas.....

Fotinho pessoal
Menção honrosa ao lindo Jernê Knowles https://www.facebook.com/jerne.knowles?fref=ts), que foi o idealista e amante de tal perfume, no qual é a sua assinatura pessoal. Eu nunca o conheceria sem lembrar de Jernê. E guri, toda vez que uso, sempre lembro de você!

Estou atrasada com essa lindeza pelos menos....24 anos. 
Que pecado, mereço uns puxões de orelha, como fiquei TANTO tempo sem nem conhecê-lo por uma amostrinha?

Seu rastro já foi detectado muitas vezes em minha adolescência nos anos 90 mas nunca soube qual era o frasco que detinha esse buquê inebriante.

Provavelmente você conhece (ou sentiu) algum perfume da marca (ou contratipo) por aí. A casa Grès é tradicionalíssima na perfumaria, Criada por Madame Grès (1903-1993) que parafraseando Coco Chanel, também trabalhou no início de sua carreira desenvolvendo chapéus, seguindo para o mundo da moda e sendo um marco na alta costura.

O mais emblemático perfume de sua casa é Cabochard, que em minha opinião, põe muito perfume masculino para dançar balé. Mas aqui não viemos falar dele. 

Aqui o alvo é Cabotine. Foi criado em 1990 (portanto, um filhote da polêmica e exagerada década de 80) com o objetivo de reproduzir um floral potente, com característica da casa e ainda assim moderno.

Bem, eu realmente o conheci hoje. Todos sabem que florais não são o meu forte e muito menos preferência. Pois a tia aqui teve que fazer reverência para o frasco aparentemente simples e quase ignorado em uma prateleira repleta de 'mirabolismos" dos designers. 

Ele é classificado como Chipre Floral.

Mas não, na MINHA pele ele foge disso, quase a anos luz. Parem por aqui se não quiserem ter uma viagem psicodélica.

Well, vamos às notas (prepara porque, tais como perfumes da época, sua pirâmide é complexa, como todo filhotes dos anos 80). 

Notas de saída: Coentro, groselha preta, ameixa, cássia, pêssego, tangerina, flor de laranjeira.

Notas de corpo: Cravo, tuberosa, íris, violeta, frésia, gengibre, jasmin, jacinto, heliotrópio, Ylang Ylang. 

Notas de fundo: Sândalo, Tonka Bean, âmbar, Almíscar, Civeta, Baunilha, vetiver, cedro.

E há notas polêmicas, como cravo, tuberosas e a nossa querida Civeta. Não vou entrar em detalhes agora sobre ela.....mas se vocês jogarem no google "civeta" e "kopi Luwak" vão entender o porque. Ah, Kopi Luwak é um dos cafés mais caros e apreciados do mundo.....

Ah, reitero: as impressões são COMPLETAMENTE pessoais, não tome esta resenha como opinião absoluta até porque é a minha pele reagindo ao perfume e o meu nariz tentando interpretar, sou apenas uma amadora ok?

Vamos à imersão:

Ano de 1990, Outono. A tarde está nebulosa, nuvens desnaturam as cores normalmente vivas de um dia ensolarado. Sopra uma brisa fresca, balança as graciosas cortinas de voile da janela, em estilo barroco espanhol *. Está certo, um pouco antiquadas sim, mas tem história, tem delicadeza e te agradam. Esse prelúdio ventoso possivelmente anuncia um inverno a muitos anos não sentidos. Passaste o verão com muito calor, precisou se desfazer de elegância, de humor, de dignidade para conseguir "sobreviver". Mas aí está. Ahhh, o frescor do outono, as folhas das árvores amarelando e fazendo aquele tapete em tons de acre.

Deste tipo de janela que falo
Então...resolve que quer algo que lembre a densidade do inverno. Pensa, quem sabe um perfume. Olha ao redor do quarto, passa pelos móveis em entalhes rebuscados da época (daria uma nota no Mercado Livre, pensa!)...e para na cômoda de madeira escura, repleta de rabiscos, falhas na madeira por tropeços, arranhaduras do seu gato macio e mordidas do seu cachorro outrora filhote.Ainda exala aquele cheiro de madeira meio antiga, mas de qualidade. Então, um móvel com história e coração. Como desagradar dele??? 

Sobre essa linda colcha de retalhos "pinoquianos", temos um poderoso e suntuoso frasco de Poison. .Antes de pensar você borrifa nos antebraços e faz "a nuvem", deixando cair gotículas do perfume sobre a cabeça.





Ahhh, a ameixa, poderosíssima aqui, sumo doce; Pense no cheiro de um ramo enorme de tuberosas vivendo do sumo de ameixas secas em conserva. 

Tu fecha os olhos e sente essa mistura exótica, intoxicante. 

Mas...

Plim, algo muda!

Tu abre os olhos,e...quase cai. O seu quarto, com a janela-porta, com a cortina e os móveis...desapareceram. Tu estás em um lugar imenso. O solo oscila entre flores inúmeras. Tu vê rosas florescendo, vê flores delicadas e amarelas de aroma intenso e provocante (Ylang Ylang), E então percebe estar rodeada de muitas árvores, não altas, não de troncos centenários. São mais delicadas, mas ainda assim árvores; Algumas tem tronco mais liso, ramos espalhados, folhas alongadas de verde escuro, copa espaçada,  flores de aspecto aveludado com pétalas alongadas, oscilando entre branco e rosado. Exalam um perfume intenso, quase irritando, doce flora.  Essas são a maioria. E também percebe que, entre elas, em menor quantidade mas ainda em bom número, arvores mais...rústicas, folhas escuras e curtas, copa densa, quase impenetrável, tronco áspero e musgoso. Mas as flores....são brancas, diminutas, delicadas...e exalam um perfume intenso e particular. Laranjeiras.

Você pisca algumas vezes, pensando se tomou alguma coisa que te fez alucinar. E novamente, depois de uma das piscadas racionais, volta ao seu querido quarto conhecido. Mas a viagem ocorrida no belo campo florido e com árvores não foge à sua mente, voltando de 20 em 20 minutos.

Pois é, me internem, mas achei que o querido Cabotine merecia uma viagem à altura.

Lembre-se, eu sou fraca para descrever florais.

Eu citei o Poison na imersão simplesmente porque a saída do Cabotine, EM MINHA PELE, lembra muito a ameixa e a tuberosa do mesmo. Intenso, profundo e quase a ponto de ser temido.

Após isso....são jasmins...jasmins....jasmins....flor de laranjeira dando abraço breve no Ylang, a Civeta comendo groselha fermentada e  fazendo o seu número 2 cobiçado sobre um tronco de cedro com mudas de rosas silvestres ao redor. E logo logo.....volta à calda de ameixa com tuberosa, ou tuberosa vivendo na calda de ameixa.....

Eu disse que impressão é pessoal. No meu caso, ele ficou uma mistura exótica de Poison com o Attar Nadine da All Rehab (que fica PURO jasmim macio, nada indólico.



Nadine - Attar Al Rehab

Ah, depois eu entro nos aspectos do aroma de Jasmim (sim, essa nota é bem complexa).

Mas....digo. Obrigada meu querido Jernê Knowles, membro antigo dos grupos de perfume.  Onde o nome Cabotine aparece (e praticamente todos os amigos que estão em grupos de perfumes) eu lembro de você, por ser a pessoa mais apaixonada por essa fragrância. É o teu cheiro. É teu. Mas dá licença....eu vou usar também!!!


Bjsss de K-Pax






Fonte das imagens: www.perfumesdegrife.com.br; www.al-rehab.co.uk

domingo, 23 de março de 2014

O início

Toda a história tem um início e não foi diferente por aqui. O PV, para os íntimos,  nasceu depois de MUITA resistência de minha parte. Sempre achei que não conseguiria escrever ou manter uma página com assuntos interessantes e atualizada seguidamente.

Dezenas de assuntos me despertam a gana de conhecimento, mas um deles me pega pelo coração: a perfumaria.

Eu sempre gostei de perfumes, deste potoca. Na época do saudoso Orkut (ainda uso!), com suas comunidades, entrei em diversas com o tema. Idos de 2005. Inicialmente tímida, não postava nada mas lia muito. Aos poucos fui me integrando, conhecendo os membros do grupo e depois de alguns anos somos praticamente uma família. Conhecemos seus hábitos, gostos, família, cachorro, gato e papagaio. 

E a coisa não para por aí. Uma característica marcante de comunidades e grupos que reúnem pessoas adoradoras de um mesmo tema acarreta, além de conversas deliciosas, a possibilidade de conhecer perfumes que nunca iria ter acesso. Trocas de perfumes entre os amigos é frequente e vocês verão conforme as resenhas saem. 

Nossa comunidade do Orkut migrou também para o Facebook, além de outros grupos criados para o mesmo fim.Em meu perfil comentava ou criava alguns posts que geravam comentários e curiosidade de algumas pessoas. Mas o verdadeiro motivo, o gatilho que me fez tomar coragem foram os pedidos de amigos para criar um blog afim de reunir as minhas resenhas sobre os cheirosos.

Gente, eu sou uma pessoa que escreve muito, não consigo ser sucinta, então, os posts serão longos.
Claro, pretendo falar de outros assuntos também, até porque leio uma ode de blogs e sites dos mais variados temas. 

Obviamente, eu trabalho como toda pessoa normal e comum, não estou recebendo nada para criar o meu espaço. No entanto, quero fazer deste cantinho um lugar onde poderei passar um pouco das minhas experiências e também aprender cada vez mais.

Bjss de K-Pax